COMPUTING
TO
|

Mesmo que você queira se tornar um piloto de corrida, ser um jogador de baseball ou construir uma casa, tudo isso já foi transformado pelos softwares.

Drew Houston
Criador do Dropbox
Novidade

O C2Y foi contemplado com a Chancela SBC

Para docentes

C2Y! fornece curso sobre Pensamento computacional em parceria com o IFSP Campus Itapetininga

Vivemos em um mundo tecnológico, no qual grande parte da população está conectada à internet através de smartphones, tablets e computadores. As gerações vêm mudando ao longo do tempo. Hoje, a conhecida geração Z, aquela que muda de um canal de interação para outro - da televisão para a internet, da internet para o telefone, do telefone para o videogame - demonstra facilidade na captura e interpretação da diversidade de informações destes meios. Porém, poucas pessoas (mesmo entre os adultos) conhecem como os computadores funcionam e as habilidades que estes podem desenvolver. Engana-se quem imagina que a geração Z conhece a Computação como ciência. A geração Z conhece muito bem como usar os recursos produzidos pela Computação.

Mas será que é possível ensinar os fundamentos da Ciência para Computação para crianças? Sim, e é uma tendência mundial já adotada por diversos países e agora sendo introduzida no Brasil, a prática de ensinar Computação para as crianças desde os primeiros anos da Educação Básica. O propósito principal é introduzir o pensamento computacional situado no contexto de vida das crianças a partir de atividades que façam sentido para elas. Através de atividades lúdicas, busca-se motivar o desenvolvimento de habilidades inerentes ao raciocínio lógico, como a interpretação, a simplificação e resolução de problemas, ao trabalho em equipe, a concentração nas atividades, a criatividade e abstração de conceitos. Dentre os tipos de atividades que têm sido adotadas pode-se destacar a computação desplugada e o ensino de programação.

A computação desplugada tem por objetivo transmitir os conceitos de computação e trabalhar o pensamento computacional sem o uso do computador (Unplugged Computing). As atividades desplugadas procuram atrair e chamar a atenção de crianças para o real papel da Computação como uma ciência. Fazendo uma analogia com a Astronomia, o telescópio é uma ferramenta que permite estudar os astros. Contudo, a ciência não pode ser chamada de "Ciência do Telescópio". Assim como o telescópio é a ferramenta meio, o computador, o tablet ou o smartphone também são os meios de se fazer a Ciência da Computação. As atividades desplugadas são aplicadas de acordo com a faixa etária, tendo como objetivo resolver problemas do dia a dia por meio de fundamentos da computação de forma lúdica. O participante usa seu conhecimento prévio de mundo, estratégia e raciocínio para achar a solução sem saber que está usando os fundamentos da computação. Ao final de cada atividade, mostra-se como os conceitos abordados são relevantes na Ciência da Computação.

O ensino de programação para crianças não é algo novo. A partir do conceito de aprendizagem baseada em jogos, as plataformas de ensino de programação buscam promover o raciocínio computacional através de resolução de tarefas. Seu diferencial é que são baseadas em lógica de programação e não na semântica de linguagens de programação. Isto faz com que o foco e o esforço seja direcionado para a solução de um problema e não para o entendimento de uma linguagem formal de computadores. A fundação Code.org, traduzida para várias línguas, apresenta o ensino de programação categorizado com atividades para diferentes faixas etárias. Seu principal objetivo é desmitificar a programação de computadores motivando os participantes a superarem desafios.

No Brasil, diversos grupos têm surgido com o objetivo de introduzir esses fundamentos para as crianças nas escolas. Na região de Sorocaba, o grupo C2Y! (Computing to You!), formado por professores e alunos do curso de graduação em Ciência da Computação da UFSCar, campus de Sorocaba, tem implementado iniciativas procurando motivar todos a conhecerem o potencial e as facetas do pensamento computacional!

Artigo publicado no Jornal Cruzeiro do Sul - Saiba mais

Outras pessoas pelo mundo compartilham do nosso objetivo!
Conheça projetos semelhantes:
Code.orgComputação na EscolaComputing at SchoolCode Club Brasil


Atividades



Começamos nosso projeto com uma atividade na Semana de Computação e Tecnologia da UFSCar. Nossas atividades são desenvolvidas para atender principalmente crianças e jovens que ainda estão na escola. Conheça o que já fizemos até agora!


Conheça as Atividades



Estamos apenas começando. Em breve, vamos levar o ensino da computação nas escolas, sejam elas públicas ou privadas. Nossa atuação ainda é pequena, mas queremos inspirar outros alunos e profissionais da computação a fazer o mesmo em sua comunidade local.


Veja as Escolas

Envolva sua Escola

Equipe





Um projeto grande como esse não se faz sozinho. Somos mais de 10 participantes, dentre professores e estudantes da UFSCar Sorocaba, dispostos a levar a computação até as escolas.

Nossa equipe está dividida em grupos que fazem o estudo de plataformas, planejamento e aplicação das atividades e desenvolvimento de materiais de divulgação do projeto.


Parceiros



Além de nossa equipe, há empresas e entidades que compartilham da idéia de que a computação deve ser do conhecimento de todos:



Logo SBC
Logo UFSCar
Logo Secot
Logo Programa Futuro Cientista
Logo DComp
Logo Proex


Contato

Se interessou pelo nosso projeto? Envie uma mensagem!